Araraquara tem 4 novos óbitos. Dos 181 internados, 104 são de fora

Araraquara tem 4 novos óbitos. Dos 181 internados, 104 são de fora

A cidade registrou nesta quarta-feira (07), 102 novos casos de coronavírus: 45 deles, positivados entre as 281 amostras (16%) colhidas na UPA da Vila Xavier e analisadas na Unesp. Além destes, mais 57 foram positivados em laboratórios da rede complementar particular.

Agora são 17.800 casos em Araraquara, com mais de 17.051 mil pessoas já curadas,411 ainda em quarentena e 236 amostras aguardando resultado de exames.

Hoje, 181 pacientes estão internados. Destes, 100 estão em enfermaria (73% dos leitos ocupados) e 81 em UTI (87% dos leitos ocupados). Do total de 181 internados, 77 são moradores de Araraquara e 104 são de outros municípios e foram transferidos para hospitais da cidade. Destes, 52 estão em UTI e outros 52 em enfermaria.

Os pacientes de outras cidades internados em Araraquara são de Americana, Américo Brasiliense (8), Araras (2), Cajuru, Cuiabá (MT), Descalvado, Gavião Peixoto (3), Guaíra (2), Ibaté (5), Ibitinga (3), Itápolis (2), Jaboticabal, Leme (3), Matão, Motuca, Nova Europa (3), Pirassununga, Pitangueiras, Porto Ferreira, Rincão (14), Santa Cruz das Palmeiras (3), Santa Lucia (3), São Carlos (33), São Gabriel do Oeste (MS), São José do Rio Preto, Tabatinga (7) e Tambau.

Hoje, a Santa Casa de Araraquara tem 11 pacientes internados com Covid-19, a Unidade de Retaguarda do Melhado tem 119 pacientes e o Hospital de Campanha tem 46 pacientes.

Foram notificados, até o momento, 239 óbitos decorrentes de Coronavírus.

Os 4 óbitos mais recentes são: Mulher de 91 anos, com comorbidades, internada em hospital da rede particular desde 24 de março; Homem de 41 anos, sem comorbidades, internado em hospital da rede particular desde 26 de março; Homem de 63 anos, com comorbidades, internado em hospital da rede pública desde o dia 26 de março; Homem de 79 anos, sem comorbidades, que faleceu em hospital da rede particular, em outro município, em 27 de dezembro de 2020, mas o registro só foi captado agora pelo sistema de informação.

Todos os positivados, assim como seus comunicantes, estão sendo monitorados pelas equipes da Secretaria Municipal da Saúde. O objetivo é orientar e cobrar o cumprimento da quarentena.