Comércio terá estabilidade, e Araraquara ficará na Fase Amarela por 30 dias ininterruptos

Comércio terá estabilidade, e Araraquara ficará na Fase Amarela por 30 dias ininterruptos

Se era de um pouco de paz e estabilidade no funcionamento de seus negócios que os empresários e seus funcionários precisavam para retomar - ao menos em parte – a economia, parece que agora as coisas podem começar a andar.

E isso, porque Araraquara, de acordo com as definições anunciadas pelo governo do Estado na última sexta-feira (11), Araraquara deve permanecer por 30 dias ininterruptos na Fase Amarela do plano São Paulo. Ou seja: não há risco de retrocesso para a Fase Laranja até lá.

A confirmação das mudanças de critérios para a reclassificação de fases dos municípios paulistas foi a principal novidade da entrevista coletiva desta semana. Ficou decidido, que até para viabilizar uma melhora no ritmo da retomada das atividades econômicas no estado, as alterações do Plano São Paulo para evolução de fase passarão a acontecer uma vez por mês.

A regra anterior permitia que as mudanças fossem feitas a cada duas semanas para evolução de fase e semanalmente para o retrocesso.

Neste momento, todos os 645 municípios paulistas estão na Fase Amarela, e justamente por isso o governo estabeleceu a necessidade de 28 dias de estabilidade dos indicadores para possibilitar a evolução para a Fase Verde.

Ou seja: o retrocesso para a fase laranja não ocorrerá antes de 30 dias.

Importante ressaltar que só haverá retorno de fase, e isso pode ocorrer a qualquer momento, caso ocorra uma piora significativa dos indicadores da cidade, notadamente no número de óbitos, ocupação de leitos e contágio desenfreado, com grande necessidade de internações, algo que não ocorreu em Araraquara desde o início da pandemia, em março. Neste caso, a região voltará direto para a fase vermelha.

O novo decreto municipal de prorrogação da quarentena em Araraquara, agora, até o dia 31 de outubro, entrou em vigor no último dia 10 de setembro. O documento traz ajustes e novas regras que devem ser cumpridas para o exercício das atividades econômicas e também pela população em geral.