Recorde de internados (231) seis novos óbitos, e 100% dos leitos ocupados

Recorde de internados (231) seis novos óbitos, e 100% dos leitos ocupados

Araraquara segue em estado de alerta total.

A cidade entra na segunda-feira, (22), com 100% dos leitos ocupados e com o triste recorde de número de internados desde o início da pandemia, 231.

Hoje, a Saúde registrou mais 39 positivações em Araraquara:  5 dos novos casos são resultado de 36% de 15 amostras colhidas na UPA da Vila, além de 34 positivações em laboratórios particulares

Importante lembrar que domingos não há amostras pela analisadas pela UNESP, e isso gera o acúmulo de todas as colhidas entre sábado, domingo e parte de segunda-feira. Ou seja: os resultados das terças-feiras são sempre bastante volumosos.

Agora são 13.493 casos em Araraquara. Do total de confirmados, 1.504 permanecem em quarentena e 11.812 já saíram. Aguardam resultado de exames 400 amostras.

Hoje, 231 pacientes estão internados: 165 em enfermaria (100% dos leitos ocupados) 66 estão na UTI (100%). Do total de 231 internados, 189 são moradores de Araraquara e 42 são de outros municípios e foram transferidos para hospitais da cidade.

Hoje, a Santa Casa de Araraquara tem 22 pacientes internados com Covid-19, a Unidade de Retaguarda do Melhado tem 23 pacientes e o Hospital de Campanha tem 37 pacientes.

Foram notificados, até o momento, 177 óbitos decorrentes de Coronavírus. Os óbitos mais recentes foram; Homem de 43 anos, com comorbidades, que estava internado em hospital da rede particular de nossa cidade desde o dia 12 de fevereiro; Mulher 91 anos, sem comorbidades, internada em hospital particular desde 18 fevereiro; Homem 35 anos, com comorbidades, internado em público desde 15 de fevereiro; Mulher, 78 anos, com comorbidades, internada em hospital particular desde 19 de fevereiro; Mulher 61 anos com comorbidades, internmada em hospital público desde 11 de fevereiro; Mulher, 70 anos, com comorbidades, internada em hospital particular desde 12 de fevereiro.

Todos os positivados, assim como seus comunicantes, estão sendo monitorados pelas equipes da Secretaria Municipal da Saúde. O objetivo é orientar e cobrar o cumprimento da quarentena.