Governo monta escolta gigante para vacinas de Oxford

Governo monta escolta gigante para vacinas de Oxford

Mesmo com o adiamento da data do voo que vai para a Índia buscar 2 milhões de doses da vacina de Oxford, o governo brasileiro já montou uma operação gigante para garantir a escolta dos insumos.

Integrantes do governo federal trabalham com a perspectiva de que o desembarque do carregamento no país aconteça na terça-feira (19).

Ainda não há nada confirmado sobre a data da partida do avião rumo à India, existe inclusive o receio de que os imunizantes não cheguem este mês, mas os esforços diplomáticos trabalham no sentido de resolver o problema em dois ou três dias. O prazo consta da nota oficial emitida pela Secretaria Especial de Comunicação Social (Secom), e foi citado pelo presidente Bolsonaro em entrevista.

Mesmo assim, o cerca de 1,5 mil homens da Polícia Federal e da Polícia Rodoviária Federal foram acionados para fazerem a segurança da carga que deve chegar ao aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro. Além de veículos terrestres, helicópteros também vão participar do mega esquema de segurança.

De acordo com o planejamento, logo após o pouso da aeronave, a carga seja escoltada até a sede da Fiocruz, em Manguinhos --onde as doses passarão por um processo de checagem.

A Polícia Federal ficará de prontidão na sede da fundação até que as doses sejam liberadas para seguir para um galpão do Ministério da Saúde, em Guarulhos, na grande São Paulo, e de lá serem distribuídas pelo país.

Os 1.500 homens da PF e PRF também farão a escolta das vacinas até que elas cheguem aos estados. A partir desse momento, as polícias estaduais assumem a segurança para o transporte aos municípios.