Prefeitos e governadores deverão ser ouvidos na CPI da Covid

Prefeitos e governadores deverão ser ouvidos na CPI da Covid

O senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE) disse em entrevista que os chefes de Executivos de Estados e municípios deverão ser ouvidos pela CPI (comissão parlamentar de inquérito) da Covid.

“É bastante provável, porque as alegações do governo federal vão naturalmente atribuir responsabilidade a esses entes”, afirmou Vieira.

Vieira foi um dos articuladores da criação da CPI. Defendeu a inclusão dos repasses a Estados e cidades nas investigações. Será um dos 7 suplentes da comissão. Os membros plenos serão 7. Os suplentes poderão participar das sessões e apresentar requerimentos. Só não poderão votar.

Para Vieira, a CPI poderá trabalhar de forma célere com a implantação de sub-relatorias:

- Ações e omissões na prevenção

- Situação de Manaus

- Repasses financeiros

O presidente Jair Bolsonaro disse que o objetivo da CPI é enfraquecê-lo. Mas para Vieira que as queixas do governo quanto à instalação da CPI estão superadas. “Alguma manifestação mais istriônica do presidente me parece muito mais algo para seus seguidores na internet”, afirmou.