WhatsApp compartilhando dados com Facebook. Saiba como fica!

WhatsApp compartilhando dados com Facebook. Saiba como fica!

Nos últimos dias, o WhatsApp começou a exibir para seus usuários a nova política de privacidade do aplicativo. Em meio a algumas mudanças, um detalhe chamou bastante a atenção nas novas regras: a obrigatoriedade do compartilhamento de dados do mensageiro com o Facebook, Instagram e Messenger. 

Ainda não se sabe como esses dados serão compartilhados, mas há uma questão, batizada de provedores de solução, que pode ajudar a entender essa dúvida.

Esse recurso é uma maneira das empresas lerem, armazenarem e gerenciarem as mensagens recebidas de clientes. Esse é o cerne dos novos termos. 

A partir de agora, o Facebook será como um provedor de soluções para algumas contas empresariais. De acordo com o próprio WhatsApp, essa ferramenta ajuda a fornecer o necessário “para enviar e receber mensagens. Alguns dos serviços fornecidos por esses provedores de soluções incluem ler, armazenar e responder a mensagens em nome da empresa”.

“Algumas empresas poderão escolher o Facebook, empresa controladora do WhatsApp, para armazenar e responder a mensagens de clientes de maneira segura. O Facebook não usará automaticamente suas mensagens para exibir os anúncios direcionados que você vê, mas as empresas poderão usar as conversas com você para fins de marketing, incluindo anúncios no Facebook”, diz a rede social em uma postagem explicando o conceito de provedor de soluções.

 

Direcionamento de propaganda

Como citado, as empresas ainda poderão usar esses dados para melhorar o direcionamento de anúncios, com base em sua própria política de privacidade. Isso é possível porque esses empreendedores terão a opção de armazenar essas informações para melhorar seu direcionamento de marketing.

Para saber se uma conta comercial utiliza o Facebook como provedor de soluções, uma mensagem será exibida toda vez que um chat for iniciado pela primeira vez com alguma empresa. Caso os usuários não confiem na prática, é possível interromper a conversa a qualquer momento. 

De acordo com Will Cathcart, chefe do WhatsApp, essas mudanças serão apenas para contas comerciais. A prática “não afeta a forma como as pessoas se comunicam em particular com amigos ou familiares”, declara. 

Para quem estava preocupado com a segurança de chats, chamadas, status e localização dentro do mensageiro, uma boa notícia: eles continuarão sendo criptografados e ficarão entre as partes envolvidas na conversa – exceto se essas informações forem trocadas com uma conta comercial que utilize o provedor de soluções.

 

Via: WABetaInfo.