Governo do estado quer entregar Conservatório Dramático e Musical de Tatuí para uma Organização Social (OS)

Governo do estado quer entregar Conservatório Dramático e Musical de Tatuí para uma Organização Social (OS)

A deputada estadual Márcia Lia pediu à Secretaria de Estado da Cultura informações sobre o processo que pretende trocar a administração do Conservatório Dramático e Musical “Dr. Carlos de Campos”, de Tatuí, a uma Organização Social. O edital foi publicado no último dia 07 de dezembro e teve uma OS habilitada, que assumiria a administração a partir de 2021.

A deputada apresentou uma moção pedindo o apoio da Alesp para que o governo de SP suspenda imediatamente o processo e um Requerimento de Informação à secretaria da Cultura, a pedido do vereador Eduardo Sallum.

 

Segundo informações do jornal Integração, de Tatuí, a “OS” habilitada apresentou como proposta a demissão de funcionários, extinção de conjuntos mantidos pelo Conservatório, extinções dos cargos de monitor, fechamento de cursos das artes cênicas e cursos da área de choro, fechamento do Polo de São José do Rio Pardo e a redução da oferta de 40% das vagas para alunos, o que daria em torno de 500.

“É um edital extremamente delicado para ser publicado menos de um mês antes de iniciarmos o ano previsto para a mudança. O que estão fazendo com a cidade de Tatuí e com o Conservatório é uma falta de respeito à cidade e aos 66 anos de história da escola”, afirma a deputada Márcia Lia, que pede também a suspensão do processo pelo governo de São Paulo.

Consta na Moção, que “A cidade de Tatuí precisa ser ouvida sobre esse desmonte ao qual o Conservatório está sendo submetido. O Conservatório é um orgulho para a população da cidade, da região e Interior Paulista e do Estado de São Paulo. Todo o processo deve ser democrático e transparente. Inadmissível o governo lançar mão de um edital de tamanha envergadura e a menos de um mês da pretendida mudança.”

“Nosso mandato está ao lado das autoridades e da população de Tatuí para buscar não apenas a reversão desse processo, mas o devido reconhecimento e valor ao Conservatório, aos seus professores, funcionários e alunos. O governador João Dória vem promovendo uma série de desmontes se utilizando da pandemia. De fato, vivemos um momento delicado, mas o governador está aproveitando o momento para passar sua boiada e desmontar muito do que foi construído pelo povo de São Paulo. Nós estamos nos opondo e vamos continuar lutando”, finaliza a deputada Márcia Lia.